12 junho 2021

Jardinagem da alma

Cansado de andar com quem zomba de tudo, até de Deus? De se deixar levar pelos maus? De seguir exemplos que afastam você de Deus? Sim, lutar contra Deus cansa... Afinal, é lutar uma luta perdida. Deus existe, e um dia julgará os vivos e os mortos. Pare de se cansar! Ouça diariamente Jesus e a sua Palavra. Ele vai tirar o cansaço da sua alma. Você se juntará às pessoas que são felizes de verdade, que têm prazer na lei do Senhor, que “são como árvores que crescem na beira de um riacho; elas dão frutas no tempo certo, e as suas folhas não murcham” (Sl 1.3).

Oração: Senhor Deus, estou cansado de lutar contra ti só para satisfazer outras pessoas, a minha razão e o meu orgulho. Que o teu Filho Jesus cuide da minha alma e me dê felicidade verdadeira. Amém.

Leia em sua Bíblia o Salmo 1 - Compartilhe #HoraLuterana

Leia. Ouça. Compartilhe. Apoie.

11 junho 2021

Mistério

Em um tempo e sociedade em que se quer ter controle sobre tudo e explicações racionais para cada evento, Jesus nos oferece um mistério. Ele disse que “o Reino de Deus é como um homem que joga a semente na terra. Quer ele esteja acordado, quer esteja dormindo, ela brota e cresce, sem ele saber como isso acontece” (Mc 4.26-26). A Palavra de Jesus semeada em nós muda toda a nossa existência: de perdidos, em achados; de condenados, a salvos; de descrentes, a discípulos. E, em seu Reino, esperamos o tempo do fim, não mais com medo, mas com esperança, “pois chegou o tempo da colheita” (Mc 4.29).

Oração: Jesus, minha razão, imperfeita, não me levaria à fé em ti. Obrigado por vir até mim em tua Palavra e colocar-me em teu Reino. Obrigado por dar-me vida verdadeira. Em teu nome. Amém.

Leia em sua Bíblia Marcos 4.26-29 - Compartilhe #HoraLuterana

10 junho 2021

Negue-se

“Negue a si mesmo” (Lc 9.23), disse Jesus. Parece algo impossível. Como alguém pode desconsiderar a própria existência? Como deixar de lado todos os próprios interesses e vontades? Jesus não estaria sendo, inclusive, politicamente incorreto? Escandalosamente, Jesus nos mostra a verdade: “Pois quem põe os seus próprios interesses em primeiro lugar nunca terá a vida verdadeira” (Lc 9.24). Jesus não está nos negando a vida ou a alegria ao dizer: “Negue a si mesmo”. Ele está, ao contrário, indicando onde encontramos vida e alegria: “Quem esquece a si mesmo por minha causa terá a vida verdadeira” (Lc 9.24). Ele está nos livrando do fardo de, diariamente, tentarmos ser felizes e não conseguirmos, do desespero de passarmos a vida na mentira de que temos capacidade de fugir da morte, da condenação, do juízo de Deus. Ele, a verdadeira vida, se ofereceu para morrer por nós, incapazes de alcançar a satisfação. Seguindo-o, negamos a nós mesmos, não entristecidos como se fosse a negação dos nossos direitos e sonhos, mas em paz e alegria, como os que encontraram, finalmente, a vida.

Oração: Senhor Jesus, obrigado por me dares a vida verdadeira. Amém.

Leia em sua Bíblia Lucas 9.21-27 – Compartilhe #HoraLuterana

Saiba mais sobre ser discípulo de Jesus em 

09 junho 2021

Fora, Jesus!

“Toda a gente da região de Gerasa ficou com muito medo e pediu que Jesus saísse da terra deles. Então Jesus subiu no barco e foi embora. Quando Jesus voltou para o lado oeste do lago, a multidão o recebeu com alegria, pois todos tinham ficado ali à espera dele” (Lc 8.37, 40). Até hoje Jesus causa medo e admiração. Muitos têm medo dele porque ele desafia nossa racionalidade, revela nossos pecados, persiste em ser proclamado e seus seguidores continuam por aí. Esse medo às vezes gera raiva e ouvimos (e dizemos): “Fora, Jesus!” Amedrontados, ficamos defensivos e preferiríamos que Jesus nem existisse. Mas ele existe e é o enviado de Deus para nos dar paz. Quando ele morre em nosso lugar, finalmente compreendemos que não podemos fazê-lo desaparecer da nossa vida. Afinal, ele veio para que tenhamos vida, para que o maior medo, o medo da morte e da condenação, não nos faça viver uma vida pobre, sem alegria. Quando sabemos do seu amor, o medo se vai, surge a alegria e dizemos: “Fica, Senhor!”

Oração: Jesus, fica sempre conosco. Amém.

Leia em sua Bíblia Lucas 8.34-40 – Compartilhe #HoraLuterana

08 junho 2021

Amigos de verdade

Quando alguém nos defende, e se coloca entre nós e uma possível dificuldade com outra pessoa, nos sentimos realmente queridos e amados pois um amigo está realmente cuidando de nós. Isso aconteceu com Onésimo. Ele havia fugido e poderia sofrer o castigo de Filemom. Mas Onésimo tinha um amigo, Paulo, que fez um pedido a Filemom: “Receba Onésimo de volta como se estivesse recebendo a mim mesmo” (Fm 17). Onésimo era um “querido irmão em Cristo” de Paulo. O amor de Cristo nos faz cuidar uns dos outros. Afinal, o próprio Jesus sacrificou-se por nós, colocou-se entre nós e o castigo divino e pagou por nossas culpas. Seja amigo de Jesus e ganhe amigos para a eternidade!

Vamos conversar mais sobre isso? Acesse www.facebook.com/horaluterana e participe do programa O Caminho, hoje, quarta-feira, às 19h.

Oração: Senhor Jesus, ajuda-me a cuidar das pessoas. Amém.

Leia em sua Bíblia Filemom 12-19 – Compartilhe #HoraLuterana

07 junho 2021

Lágrimas

Há dias em que a lembrança dos nossos erros, dos nossos pecados, nos esmaga. Saber que erramos, e que o nosso pecado trouxe tristeza para os nossos relacionamentos e para nós mesmos, nos faz afundar em angústia e culpa. E ainda que o nosso orgulho lute contra isso, o que mais precisamos ouvir é: “Os seus pecados estão perdoados” (Lc 7.48). Foi isso o que Jesus disse para uma mulher de má fama que, antes de ouvir essas palavras libertadoras, molhava os pés de Jesus com as suas lágrimas e os enxugava com os seus cabelos. A mulher, perdoada, foi embora em paz. E Jesus oferece essa paz libertadora também para nós hoje: “Os seus pecados estão perdoados”.

Oração: Senhor Jesus, perdoa-me pois pequei. Amém.

Leia em sua Bíblia Lucas 7.36-50 – Compartilhe #HoraLuterana

 

06 junho 2021

A regra de ouro

“Façam aos outros a mesma coisa que querem que eles façam a vocês” (Lc 6.31), disse Jesus. Essa é a chamada “regra de ouro”. Mas ela é mais do que uma máxima sobre moralidade ou relacionamentos. Jesus nos ensina a ir além de nós mesmos, a olhar o outro com generosidade e até sofrer injustiças por amor ao inimigo. A regra de ouro ajuda a viver em sociedade, mas nos lábios de Jesus ela aponta para uma realidade além desta vida. “Tenham misericórdia dos outros, assim como o Pai de vocês tem misericórdia de vocês” (Lc 6.36), ele completou. Deus Pai tem misericórdia de nós a ponto de o próprio Jesus ter morrido por nós para pagar o castigo dos nossos pecados e nos dar a vida eterna. Ao aplicar a regra de ouro, vá além de uma obrigação moral ou interesse pessoal: tenha misericórdia. O custo pode ser alto: perseguição, desprezo, zombaria. Mas o resultado sempre será de ouro.

Oração: Senhor Jesus, obrigado por tua bondade e amor. Ajuda-me a não viver com raiva ou desejo de vingança, mas que eu aja com misericórdia e amor. E se eu vier a sofrer por agir com misericórdia, a tua paz me dará a alegria que preciso para seguir em frente. Amém.

Leia em sua Bíblia Lucas 6.27-36 – Compartilhe #HoraLuterana