13 dezembro 2011

O abraço que permanece

Uma vez perguntaram para uma jovem qual foi Natal mais especial de sua vida. Ela respondeu: “Foi o Natal em que meu pai me deu um abraço.” Isso nos faz pensar sobre as verdadeiras prioridades da vida. Muitas vezes esquecemos das reais necessidades do ser humano e do que é, de fato, importante em nossa família. No nascimento de Jesus tudo era muito simples (Lucas 2.1-20), mas em nenhum momento faltaram mãos que abraçaram o Menino Jesus, mãos que louvaram a Deus pelo milagre da vida e do perdão. Por isso, lembre que o Natal nos foi dado para refletirmos sobre o quanto Deus abraçou e amou o mundo. Viva essa alegria em sua família.

Oremos: Amado Salvador Jesus, peço perdão pelas vezes em que não cuidei dos meus amigos e familiares. Ajuda-me para que eu possa abraçá-los na certeza do teu amor e perdão. Em nome de Jesus. Amém.

Nenhum comentário: